Apresentado concept embrião do novo Dacia elétrico

postado em: Autossustentabilidade | 0

O Renault K-ZE Concept, um protótipo apresentado pela marca francesa no último Salão de Shanghai, causou uma boa impressão ao público presente ao evento.

Pois bem, este concept car não é outra coisa que o embrião do novo Dacia elétrico, o primeiro veículo com estas características assinado pela marca romena low cost do grupo francês e sem dúvidas, um dos mais esperados.

Baseado sobre a plataforma CMF-A, a mesma utilizada pelo Renault Kwid, mas com uma série de ajustes para receber uma mecânica 100% elétrica, este modelo será comercializado somente na Europa e sob a marca Dacia, diferente de outros continentes como o asiático, onde foi apresentado também como Venucia e30 EV, ou seja, a marca que Dongfeng e Nissan operam em vários desses mercados.

Na verdade, o Venucia é o modelo que aparece na imagem e por dois motivos. O primeiro é que se trata do único que já utiliza a mecânica elétrica e do qual existem imagens vazadas sem camuflagem e o segundo e definitivo, é que permite apreciar a figura do carro sem os detalhes típicos da Renault, como a grade dianteira com o emblema em primeiro plano, os faróis e lanternas rasgadas e os para-choques musculados. Assim, é possível ter uma ideia melhor de como será o Dacia elétrico que chegará ao velho continente, embora deva apresentar uma estética geral um pouco mais refinada que a do seu irmão chinês.

De qualquer forma, o mais interessante deste pequeno crossover de zero emissões será sua tecnologia elétrica, amplamente comprovada pelo grupo Renault e disponível em um veículo realmente acessível. Estima-se que o motor deste mini SUV produza cerca de 80 cv de potência e se alimente de um conjunto de baterias do tipo íons de lítio capaz de garantir por volta de 200 quilômetros de autonomia no ciclo WLTP.

Estas são cifras a serem levadas muito em conta para um modelo que não superará os 20.000 euros, embora na maioria dos países europeus a marca espera comercializá-lo abaixo dos 15.000 euros graças aos incentivos estatais na compra deste tipo de veículos.

Além disso, um equipamento com tela táctil, navegador, câmera traseira, climatizador e todos os assistentes de segurança pertinentes – ABS, airbags, ESP e chamada de emergência incluídos – ajudará para que os mais indecisos acabem escolhendo este modelo da Dacia como seu primeiro carro elétrico. Comenta-se que a marca romena do grupo Renault espera comercializar este modelo em 2021, mas certamente não será até o final deste ano, para distanciá-lo o máximo possível do novo Dacia Sandero.

Fonte: Verde sobre rodas

Origem: PlanetCarsz