Produção de carros elétricos pode criar pelo menos 115 mil empregos

postado em: Autossustentabilidade | 0

Tesla produção

Segundo pesquisa, a demanda por engenheiros de mobilidade será seis vezes maior que o número de habilitados nessa área

Parece que a tecnologia não tirará todos os empregos dos humanos afinal. Uma pesquisa revela uma perspectiva otimista em relação ao mercado de trabalho para a produção de carros elétricos e autônomos: devem ser criadas pelo menos 115 mil vagas, apenas no EUA.

O estudo do Boston Consulting Group (BCG) em parceria com o Michigan Mobility Institute mostra que serão necessários especialistas em engenharia de mobilidade e em computação. Além disso, será importante ter profissionais encarregados de testar e fazer a manutenção dos veículos elétricos.

Conseguir um emprego na área, porém, não será tão fácil. Por ser um trabalho de alta complexidade e que lida com uma tecnologia muito nova, serão requisitadas competências específicas. Segundo a pesquisa, a demanda por engenheiro de mobilidade será seis vezes maior que o número de habilitados na área.

Isso acontece também porque poucos formados em engenharia ou ciência da computação optam por seguir carreira na área automotiva. No entanto, a demanda pode fazer que alguns profissionais mudem de ideia sobre qual mercado escolher.

A previsão é que, em 2030, carros elétricos representem metade da venda de veículos novos nos EUA. Já os serviços de mobilidade, como taxis autônomos, representarão 10% dos novos carros em circulação no mesmo período.

Fonte: Olhar Digital